MAIS UMA VERGONHA PARA O BRASIL: CRUZ VERMELHA PENSA EM ENCERRAR SUAS ATIVIDADES NO PAÍS POR CAUSA DE ESCÂNDALO DE DESVIO DE DOAÇÕES


Revista Sociedade Militar
 Essa semana foi caótica para a reputação de nosso país. Depois do ministro israelense dizer que o Brasil é insignificante em relação ao cenário político mundial (Veja aqui), surge um novo escândalo de proporções gigantescas, que certamente afetara a reputação do país diante da comunidade internacional. A atual diretoria da Cruz vermelha revelou que doações arrecadadas pela sede brasileira para assistir vítimas de catástrofes ocorridas na Somália, Japão e Região Serrana do Rio foram desviadas de cofres da entidade humanitária. 
Uma auditoria encomendada pela própria entidade, atualmente chefiada por um coronel da reserva, descobriu que doações arrecadadas em pelo menos três campanhas foram desviadas de seus objetivos.  
As campanhas foram para socorrer vítimas de conflitos na Somália, para fornecer ajuda às vítimas do maremoto de 2011 no Japão e das enchentes na região serrana do Rio de Janeiro. Nas duas primeiras campanhas, foram desviados R$ 212 mil, na terceira perto de R$ 1,6 milhão.
O montante desviado desviada foi parar nos cofres de uma ONG que pertence à Alzira Qirino da Silva, mãe de Anderson Marcelo Choucino, vice-presidente da Cruz Vermelha Brasileira na época em que as doações foram arrecadadas.
Segundo informações divulgadas pelo jornal Impresso Agora São Paulo, o nome da ONG seria Humanus, e pelo que apuramos, o nome correto é instituto Humanus, ou "INSTITUTO INTERAMERICANO DE DESENVOLVIMENTO HUMANO". O instituto em questão foi reconhecido como de utilidade pública em 2011, conforme figura ao lado, extrato do Diário Oficial do Estado do Maranhão.
Outra parcela das doações, R$ 523 mil, foi depositada em fundos de aplicações e, depois, teve destino ainda desconhecido.
O atual diretor da entidade no Brasil, Coronel Paulo Roberto, que é militar da reserva do Exército, vai entregar os relatórios da auditoria para a justiça. As irregularidades detectadas são relacionadas a administração anterior, Paulo Roberto disse ainda que a administração internacional já cogita a possibilidade de encerrar as atividades em nosso país.

5 comentários:

Veronica Ruzzi disse...

È senhores militares, só os senhores poderão por ordem neste País, mandar todos os ladrões que mandam neste país a 12 anos, e aqueles afiliados e companheiros que roubam nosso dinheiro e ainda ri da nossa cara, e engana o pobre do ignorante com o bolsa familia e outras bolsas a mais, e que chama de classe media aquele que ganha 1 salário minimo, e ainda esta endividado até o pescoço, todos juntos descarregar na ilha cubana e jamais poder voltar a este País. E os proximos politicos: nada de salários milionários e mordonias mil, roubou é preso, e la fica por muitos anos, e jamais podera voltar a politica outra vez, e por ai vai, até tudo entrar nos eixos e o Brasil voltar a ser um País exemplar perante o mundo, e não esta vergonha que progrediu em larga escala.

Regiane disse...

Veronica Ruzzi,
Faço coro as suas palavras. Estamos diante do maior assalto de todos os tempos... Uma vergonha de ser brasileira. Estamos carimbados como um povo ladrão devido a esse canalha Aposentadopor Invalidez que apareceu e depois colocou uma assaltante no poder.

Anônimo disse...

'ROUBARE HUMANUM EST'

Anônimo disse...

É a 'cruz vermelha brasileira' fazendo uso do padrão Lula.

Anônimo disse...

Minha Nossa Senhora de Forma Geral! Até a Cruz Vermelha Brasileira é CORRUPTA!

O Lula quando deixou Brasília surrupiou um crucifixo, Lembram?!

É por isso que se diz: 'o Brasil tá mais perdido do que a Dilma na hora de fazer o sinal da cruz'.