Parada LGBT: Dinheiro público para atacar cristãos. Lésbica critica movimento: são uns “vitimistas do c@r@***”!


Por Felipe Moura Brasil - Veja Online
Por meio de Petrobras, Caixa e Prefeitura de São Paulo, o governo do PT patrocinou a parada LGBT, que trouxe um transexual seminu, no papel de Jesus Cristo na cruz.
A esquerda brasileira repudia até charges que ironizam Maomé em jornais privados, mas acha natural ironizar Jesus Cristo nas ruas com dinheiro público.
Detalhe: gays são enforcados, por serem gays, em países islâmicos (como no Irã, aliado do PT), não no Brasil, muito menos na Igreja Católica.
Felizmente, nem todo gay cai na conversa fiada do movimento político LGBT.
Karol Eller, lésbica, postou no Facebook o vídeo abaixo, chamando os manifestantes desse movimento de “mer**” de uns “vitimistas do c@r@***”.
“Eles não falam por mim. Para a gente ter respeito, a gente tem que dar respeito.”
Não: o vídeo de Karol não tem patrocínio de Petrobras, Caixa e Prefeitura de São Paulo.
movimento GLBT vcs não falam por mim ... tomei nojo !por favor compartilhem
Posted by Karol Eller on Segunda, 8 de junho de 2015

Um comentário:

Veronica Ruzzi disse...

Nada, mas nada justifica a indignação que se faz sentado confortavelmente em cima do seu trasseiro em frente ao aparelho de televisão, assistindo a um espetaculo nojento e degradante,uma demonstração clara da total decadência moral que um povo pode atingir, quando sabemos que não é somente a perda total da nossa moral que foi perdida, mas sim todos os elementos de civilidade que posibilitam a convivência pacifica entre as pessoas já estão perdidas , pela vergonhosa covardia de um povo incapaz de lutar pelos seus direitos.